Stop

Essências Artémis

Ajuda a recuperar memórias esquecidas sejam estas da vida de cada um ou conectadas com o inconsciente coletivo.

A essência floral Lúcia Lima é um bom calmante e antidepressivo, para aquelas pessoas que se deixam submeter pela ansiedade, tensão, stress, nervosismo e insónias. Trabalha também com colapsos nervosos, falta de alegria e entusiasmo pela vida, lassitude. Ajuda aquelas pessoas que parecem ter um juiz ríspido sempre de serviço a si mesmo, em autoquestionamentos e julgamento permanentes, bem como com a dificuldade em aceitar as dificuldades vivenciais, aliviando a falta de confiança e fé.

No adulto, trabalha a conexão com a criança interior esquecida que se manifesta intempestivamente em momentos inadequados. Para isso, ajuda a aflorar a sua própria energia infantil, simples e autêntica, liberando processos mentais intricados e excessivamente racionais e elaborados, gerando leveza de Espirito, ligação ao “Eu” Superior, harmonia e simplicidade.

Ajuda a recuperar memórias esquecidas sejam estas da vida de cada um ou conectadas com o inconsciente coletivo. Acalma a criança hiperativa, serena a energia e é especialmente boa para aquelas que tendem a ter sonos perturbados e cuja agitação diurna tende a prolongar-se pela noite fora. A sua palavra-chave é CANDURA.

É uma espécie angiospérmica da família das verbenáceas, nativa da América do Sul. O seu arbusto, belo, perfumado e robusto, com pequenas flores brancas com traços lilás, folhas caducas e forte odor de limão foi prontamente acolhido por perfumistas europeus do século XVIII, que o introduziram na sua tradição de perfumaria. Saiu do Peru, Argentina, Chile e América do Sul – onde ainda é muito disseminada e conhecida como Cedron – para tomar toda a Europa Meridional, além de ter Marrocos como o seu atual maior produtor.

É chamada pelos franceses de vervaine citronée, pelos ingleses de lemon verbena, e no Brasil é popularmente conhecida como erva-cidreira. Ainda pode ser conhecida como limonete, doce-lima, bela-luísa e limonário. Esta planta é rica em óleos essenciais, relaxa o sistema nervoso e combate enxaquecas, agitação e insónias, além de estimular o apetite. É também utilizada como repelente de insetos, diluindo em água o óleo essencial e aspergida essa infusão nos locais invadidos por mosquitos, ou utilizando a própria planta dentro das gavetas e roupeiros tanto pelo seu agradável aroma às roupas como manter afastadas as traças. A Lúcia Lima já foi reverenciada pelas suas muitas virtudes, então considerada mágica. Foi usado pelos druidas para desenvolver a clarividência e ajudá-los a profetizar. A denominação latina "verbenácea" também significa "ramo sagrado" ou "varinha mágica".

Introduzida a Europa pelos espanhóis e portugueses no século XVII, no Algarve é chamada bela-luísa e noutras zonas de Portugal tem como nome comum limonete e pelo seu aroma e sabor agradável, além de excelentes propriedades medicinais, conquistou adeptos em diversos outros continentes e países.

Enquanto a maioria das plantas possui apenas um nome científico, a Lúcia-Lima possui quatro: Verbena citriodora Cav., Lippia citriodora L., Lippia triphylla (L’Herit.) O. Kuntze e Aloysia triphylla (L’Herit.) Britton. Diz-se ser uma planta importante originária da Lemúria


+ info sobre Paula Bartolomeu Fernandes

Paula Bartolomeu Fernandes

Terapeuta Floral


+ info.

A Terapia Floral na Minha Vida

Sempre existiu a necessidade de Curar, mas só mais tarde viria a estar verdadeiramente pronta para realmente a integrar no meu ser.

As Essências Vibracionais foi o culminar, o reencontrar o caminho, tendo sido desde então aliadas essenciais nos processos de cura e transformação que acompanho e que vivo, tanto no meu percurso profissional, como pessoal, enquanto ser humano em constante evolução.

A minha viagem à descoberta das Essências Florais iniciou-se com a minha Mestre Eveline Brigham que com o seu amor, simplicidade e vontade de partilhar todo o seu saber me encantou mostrando-me o verdadeiro “Mundo das Flores”.

“Desde da primeira formação com Eveline que passei a ver tudo à minha volta com outros olhos, tudo me fez mais sentido, e senti que este é o meu caminho.”


Susana Nogueira, Paula Bartolomeu, Eveline Brigham

Em 2016 com a Terapia Floral surgiu o meu projeto Côr D´Alma que tinha como objetivo inicial a divulgação da terapia floral em Portugal. 

Em Julho 2017 enquanto Terapeuta Floral e aplicando o conhecimento adquirido com o Nível Avançado, deixando as inseguranças de lado e ouvindo o meu Eu, integro uma nova fase e faço as minhas primeiras sintonias Florais: Onagra, Lúcia Lima primeiro, seguidas em Agosto do Lírio do Mar e a minha primeira essência animal, de Camaleão. 

Em Outubro a convite da criadora da Mesa Radiónica “Infinito”, desenvolvi 6 compostos Florais específicos: Proteção; Vitalidade, Aceitação, Transmutação, Limpeza e Sustentação. 

Em Novembro, a Minha querida Amiga e Colega Terapeuta Susana Nogueira - com o seu enorme coração – chamou-me para a acompanhar na sintetização do Floral Santa Maria.

“Tenha Esperança e confiança no futuro, visualizando e dirigindo-se para a luz. Acredite em si mesmo, e lembre-se que cada dia é uma nova oportunidade “ 
Dr Bach

“A Compreensão de onde estamos e o esforço sincero para corrigir a falha levam não apenas a uma vida de alegria e paz, como também à saúde” 
Dr Bach

“Transformar o veneno em remedio” 
É o saber e tomar consciência que os obstáculos existem e sempre existiram convivendo com isso com sabedoria e serenidade pois tudo é efémero.

A nossa evolução e responsabilização da nossa vida enquanto seres humanos depende de nós mesmos: é o deixar de colocar a responsabilidade de decisão das nossas vidas fora e no outro. 

Beijos Na Vossa Alma com Côr

« voltar