Stop

Essências Florais Bach Cactus Fes Cogumelos Bush Australiano Orquídeas: Amazónicas Dancing Light Europeias Living Tree

É uma essência de aprendizagem, de tomada de consciência sobre emoções: se flúem ou estão bloqueadas. Para isso, abre o Coração, levando a um estado de clareza mental e calma, que favorece um fluxo adequado das emoções e a análise e a compreensão de si mesmo. Permite a percepção das emoções, se são ou não correctas, se estão a fluir, a bloquear ou a transbordar. Estimula o chacra do Alerta localizado 2 dedos acima do Plexo Solar), ampliando a sensibilidade energética. O resultado é equilíbrio emocional, calma e segurança para viver as emoções de outra forma. Ensina que, se atrás de uma resposta emocional surge dor, incapacidade ou outros sentimentos negativos, é porque há rigidez na sua compreensão; essa inflexibilidade estanca a informação e impede-a de fluir ou então provoca o transbordar, limitando a compreensão. A rigidez a nível emocional é algo que muitas pessoas utilizam para anular o entendimento das suas emoções, seja por medo do contacto com as mesmas, seja por deixá-las fluir em excesso (como forma errónea de auto protecção através da vitimização), seja por comodismo. Esta essência trabalha a partir da conexão com a luz interior e, dado que facilita um fluxo emocional apropriado, é válida tanto para as pessoas muito emotivas, sempre prontas a deixar transbordar as suas emoções, quanto para as de "coração duro" com facilidade para as bloquear, porque em cada uma delas se adaptará ás necessidades, equilibrando.


Essências de Aprendizagem

É a compreensão de como se é perante o mundo; o primeiro passo é a tomada de consciência de que há um caminho, a distinção entre o kármico e o humano, entre aquilo que se tem vindo a fazer por ser o próprio programa e o que o ego gostaria de realizar, entre os sonhos e os desejos. É importante aqui o reconhecimento da nossa actuação, a análise dos aspectos narcísicos da personalidade para os desmontar, o poder, a dominação sobre os outros nas suas manifestações mais subtis, o entendimento das máscaras como mecanismos de defesa ou como estados de auto desvalorização e incapacidade que também nos impedem de ser nós mesmos. Se a aprendizagem não for conscientizada, as dificuldades serão vistas como azar, os acontecimentos disfarçados, os outros serão culpabilizados das nossas desditas. Fica-se então parado no caminho, como uma estátua, enquanto os outros seguem em frente, até que num momento a vida se desmonta, obrigando a plantar de novo a nossa estrada.

« voltar