Stop

Essências Terra Luz.a® Primavera Verão Outono Inverno Quintessências Potencializadores

Abre o chacra cardíaco, equilibra o chacra do plexo solar e estimula o sistema circulatório. Melhora a auto-expressão. Crescimento do homem espiritual.

A Malaquita é uma das pedras mais antigas dentre as que se conhece e tem sido usada há milhares de anos pelas suas propriedades transformadoras. O seu nome provém do termo grego e significaria "branda", devido à sua baixa dureza. A Malaquita simboliza o crescimento do homem espiritual. Afugenta os pesadelos e os maus sonhos. Melhora os estados de ânimo, ajuda a regenerar os tecidos, equilibra os altos e baixos emocionais e as situações de crise. É a pedra da inteligência e favorece a inspiração; é um símbolo de criatividade.

Conta Carlos Vitorino (1875-1898) no seu livro Reminiscências, que numa manhã de Dezembro de 1877,... o homem de cavanhaque, surgindo à massa, explicou em português afrancesado: 

- "Senhores ...! Venho da Argentina, onde estive durante muitos anos. Sou o Dr. Pierre, médico que cura toda e qualquer moléstia com um único remédio - a prodigiosa Malaquita -, com a qual darei vista aos cegos, farei andar os reumáticos e tiro qualquer dente sem a mínima dor. Se entre os senhores houver alguém que padeça, que se apresente; se entrar enfermo no meu carro, sairá em poucos segundos completamente curado!". E abrindo a portinhola do carro: "Entrem sem receio! Entrem que nada pagarão. Para os senhores, pobres, não exijo dinheiro". A princípio ninguém se atreveu a entrar. Um dos espectadores, de queixo amarrado, entrou no carro. Houve sussurro geral. Até hilaridade. O tal doutor Pierre fê-lo sentar-se, mandou abrir a boca e, voltando-se para o povo, exclamou: 
- "Este homem me pede para extrair um dente que o aflige. Pois bem. Vou extraí-lo sem a menor dor, sem recorrer ao boticão". E daí a segundos exibiu na palma da mão direita um molar com raízes. Na verdade, o paciente não acusou nenhuma dor. Olhava estupefacto para o doutor Pierre, como que maravilhado. A plebe entreolhava-se admirada, séria, já não mais incrédula, porém pensando em feitiçaria. Depois, entrou no carro outro espectador enfermo que mancava, atacado há anos de reumatismo articular. Pierre recebeu-o com amabilidade, levantou-lhe a calça, despejou na palma da mão um pouco de Malaquita que aplicou na área afetada. Finda a ligeira operação, mandou que o homem se levantasse e corresse. Com grande pasmo da multidão, o homem reumático há 5 anos correu em volta do Largo da Banca! 

Foi um sucesso a Malaquita. Todo mundo comprou o milagroso medicamento a mil réis o vidro. A exibição repetiu-se por alguns dias. Mais vidros de Malaquita foram vendidos. As farmácias ficaram às moscas. Pierre tornou-se popularíssimo. E na hora de recolher-se, dizendo-se rico, jogava moedas para a garotada, que brigava para alcançá-las. 

A "Água de Malaquita " - (em essência vibracional), desintoxica o corpo, livrando-o de impurezas e energias negativas. Colocada sobre o corpo nas partes afetadas atua rapidamente sobre a pressão arterial, dores de cabeça, vertigens, inflamações nas articulações, tumores, pâncreas, baço, asma, artrite.

É conhecida como a pedra da obstetrícia por facilitar os partos e ressoa com os órgãos sexuais femininos, curando as patologias sexuais. Alinha o ADN e a estrutura celular e fortalece o sistema imunitário, estimulando o fígado a libertar toxinas. Absorve e protege de radiações, limpa a poluição eletromagnética e cura as energias da Terra, segundo Judy Hall (A Bíblia dos Cristais).

Em termos psíquicos a Malaquita proporciona equilíbrio e limpa a alma e é indicada para o mau-olhado, as invejas e os ciúmes. Cura os males de amor e faz regressar os amantes ausentes. É a chamada pedra do equilíbrio, porque ajuda a analisar as energias próprias e dirigi-las para um objetivo. Na meditação atrai luz aos chacras, levando ao reconhecimento de bloqueios profundos do corpo e da alma, ajudando a libertar traumas de vidas passadas. Induz o autodesenvolvimento, o contentamento e o sucesso. Faz com que o seu portador goze de fortuna e poder.

É uma pedra que se diz não ter ainda completado todo o seu processo evolutivo e transformativo, pelo que é consenso dizer-se que deve ser utilizada sob supervisão habilitada. Deve ser sempre utilizada sob a forma polida e nunca aspirar o seu pó nem utilizar sal na sua limpeza, pois é corroída por este.

Malaquita estimula a imaginação e faz-nos acreditar nos nosso sonhos... Sonhos, memórias e imaginações passam a  tornar-se mais reais e vivos. Ajuda a fazer com que os sentimentos reprimidos aflorem.  Combate a inibição e encoraja a expressar melhor seus sentimentos. Os traumas do passado são trazidos á luz da consciência e dissolvidos e podemos eliminá-los se estivermos preparados para os enfrentar. Fortalece o entendimento, levando-nos a absorver mais informações com maior rapidez... os próprios pensamentos fluem mais rapidamente, facilitando a tomada de decisões. 

A Malaquita também dissolve cãibras e alivia os problemas da menstruação. Encoraja o desenvolvimento dos órgãos sexuais femininos e também ajuda nos problemas sexuais gerais, especialmente se  passou por experiências ruins no passado. Pedra da cumplicidade, das alianças corretas; canaliza e direciona as energias para o objetivo. Ajuda a cura dos problemas respiratórios  
http://www.cerradobrasil.com

O símbolo da criatividade e da mudança, é a mais antiga de todas as pedras de cura. Possui uma vibração equilibrante que recupera nervos esgotados, aumenta a vitalidade, absorve a negatividade e purifica o sangue e a aura. Os antigos egípcios usavam o pó de malaquita como uma poderosa sombra de olhos para afastar o mau-olhado. Eles também acreditavam que a malaquita aumentava o poder psíquico e dava ao homem o poder de comunicar-se com os mortos. Como pedra de cura, tem reputação de ser eficaz no tratamento de infeções da bexiga, cólicas, doenças hepáticas, dislexia, menstruação irregular, espasmos musculares, distúrbios nervosos e paranoia. A malaquita deve ser frequentemente limpa de todas as energias negativas que absorve ou então ficará insensível, perdendo seu poder de cura. A melhor maneira de limpar a malaquita da negatividade absorvida é colocando-a no meio de um grupo de cristais de quartzo transparentes, por três ou mais horas, e depois untá-la com óleo de frankincense ou mirra. 
http://www.astrologosastrologia.com.pt/pedras&magia_pedras&curas.htm

Essências potenciadas com «Malaquita»

  • Astroessência Terra LUX: Caranguejo Cooperação, Abertura, Decisão, Aceitação, Abundância, Coesão
    Frase chave CARANGUEJO:  EU SINTO  - Signo de Amor, Pai, de água, fixo e mutável, regido pela Lua....
  • Astroessência Terra LUX: Sagitário Regeneração, Abertura, Disponibilidade, Assimilação, Intensidade, Intuição
    Frase Chave SAGITÁRIO – EU VEJO - Signo de Fogo, de Amor, mutável, filho, regido por Júpiter....
  • Essência Terra Luz.a: Centáurea Perspetiva
    Capacidade e coragem para mudar crenças e padrões de comportamento perante a vida. Expansão de consciência - alegria de viver = estado natural da alma. Leveza, compreens&at...
  • Essência Terra Luz.a: Flor do Linho Regeneração
    Distinção entre aquilo que é importante daquilo que é dispensável - integridade do Ser, lucidez e centragem. Retorno "a si" da personalidade - reorde...
  • Essência Terra Luz.a: Madressilva Esperança
    Ancorar no presente - compreensão e aceitação, contentamento com a vida. Perseverança, no aqui e agora, redimensionando a importância do passado - transformaç...

« voltar