Stop

Proteas Essências Proteas Produção no Sudoeste Alentejano

Como essência vibracional a "Scarlet Ribbon" ativa o desbloqueio dos chacras inferiores e a ascensão da energia para os chacras superiores. “Gosto do calor intenso do Sol para me acariciar e me energizar! Então posso desenrolar as minhas fitas vermelhas como um exuberante fogo-de-artifício, bandeira desfraldada da minha plenitude.”

Da família das Proteaceae o seu nome biológico é Leucospermum 'Scarlet Ribbon' e o nome comum Nodding Pincushion ou Pincushion Leucospermum. Em termos de aparência e género evolutivo é relacionado com as Banksias Australianas.

É um lindo arbusto perene e compacto, com flores vermelhas escarlate, com início tardio do desabrochar das flores na Primavera. Gosta de solos bem drenados, a pleno sol e tolera geadas moderadas. As suas folhas são dispostas em espiral, resistentes e coriáceas (quebram-se facilmente mas não dobram), simples, lineares a lanceoladas, serrilhadas no topo. Cada um dos ramos que partem do caule central da planta, apresenta apenas uma flor.

Esta flor híbrida, foi criada entre 1974 e 1980 pelo Dr. Gert Brits do “Horticultural Research Institute” da áfrica do Sul de onde são originárias, bem como do Zimbabwe, onde ocupam uma variedade de habitats, incluindo matagal, floresta e encostas das montanhas. é um cruzamento entre Leucospermum Glabrum e L. Tottum. Pode chegar a ser um arbusto de até 3,5 metros de largura por 2,5 metros de altura. De Fevereiro a Abril, produz flores multicoloridas que vão do salmão rosa ao vermelho escarlate passando pelo laranja.

A flor é composta por dezenas de flores em forma de cabeças de alfinete cheias de pólen - de onde deriva o nome Pincushion -, que se vão soltando gradualmente de invólucros peludos protetores, revelando-nos a sua estrutura impressionantemente complexa.

Embora se apresente com um aspeto hirto a flor é surpreendentemente suave ao toque e mantem uma fragilidade de cera, semelhante às suas irmãs com pétalas. Na floração, começa por abrir as “lanças laterais” que proporcionam estabilidade e defesa contra as possíveis agressões externas, mantendo o núcleo coeso e defendido. Através dos pinos verdes e pontiagudos, penetram as energias cósmicas mais subtis, que a seguir são distribuídas pelo seu corpo. As folhas são verdes, apontam para cima, grossas, sedosas e serrilhadas nas pontas. Também acumulam humidade e posicionam-se em várias camadas à volta da flor dando suporte, poder e equilíbrio ao fluxo de energia ao longo do caule.

Como essência vibracional a Scarlet Ribbon ativa o desbloqueio dos chacras inferiores e a ascensão da energia para os chacras superiores. “Gosto do calor intenso do Sol para me acariciar e me energizar! Então posso desenrolar as minhas fitas vermelhas como um exuberante fogo-de-artifício, bandeira desfraldada da minha plenitude.”

Num olhar mais profundo e reportando-nos à Doutrina das Assinaturas, podemos reconhecer como esta flor “guarda” a cabeça das gavinhas dentro de bolsas peludas (com a função de reter a água = emoções) até que a energia de sustentação esteja ancorada, firme e equilibrada; lembra-nos a importância de “não perder a cabeça por dá cá aquela palha” originada nas pulsões (impulso energético interno que direciona o comportamento do indivíduo) dos chacras inferiores (vermelho, laranja, amarelo).

E a água retida, servirá para saciar a sede dos polinizadores na aridez envolvente, bem como nutrir os estames com a energia do arco-íris, espiralando-a para os chacras superiores, de modo a que todos sejam alimentados pela luz que a Scarlet Ribbon se dedica a captar, com as suas antenas. Com isso abrimo-nos á purificação e permitimos a transmutação das energias densas, assumindo a nossa autêntica individualidade.

Só confiando na nossa base, poderemos almejar “subir” vibratoriamente: Ancorar o poder e o amor da Mãe-Terra nos chacras inferiores, cria sustentação à restante estrutura energética, até à coroa, a porta de acesso aos chacras suprafísicos, induzindo o acordar das virtudes de estabilidade, coragem e adaptabilidade. Liberdade é a sua palavra-chave.

Considerada uma das Proteas mais resistentes, a Pink Ice conforta o coração sofrido com a nutrição amorosa curativa, patente na doçura das suas pétalas... o “adoçar” das dores é por fim transmutado em luz. Com isso o Ser pode abrir-se com gratidão pela nova oportunidade de sentir, serenar e sem stress fazer-se à vida. Acolher, Proteger e Sanar na delicadeza da minha doce presença amorosa. Coragem, persistência, poder de ser, autenticidade. Solidifica a vontade e a determinação, aumenta a capacidade do corpo de resistir à exaustão.

É uma essência muito boa quando temos demasiada responsabilidade, gerando uma atitude mais aberta e gratificante e permitindo o relaxamento e a entrega quando o trabalho fica concluído.

No nível psíquico esta essência acorda o poder de cura nos campos mentais da obsessão, distracção, compulsão, desorientação, alucinações e incluindo o autismo, nervos “à flor da pele” e inabilidade de concentração. Promove maior compaixão e conexão com os outros; é muito útil quando as qualidades mentais se tornaram demasiado fixas ou rígidas e na intercomunicação pessoal quando os sentimentos se tornaram demasiado pesados. Ao nível do espírito estimula o chacra da coroa, aumentando a transferência energética entre os níveis espiritual e físico. (SA Flower Essences e Hummingbird Remedies Flower Essences)


Trabalho em campo

Trabalho em campo de sintonização da essência das flores - 14 de Maio de 2011 Fomos, 5 aprendizes e uma mestre para o campo, no Cabo Sardão. A viagem correu lindamente, sempre focando o nosso estado de mente e espírito, com Mantras e em silêncio.

Cada aluna estava encarregue de extrair a essência de uma flor específica. A Leucospermum Scarlet Ribbon foi a minha deste dia! Depois de irmos ao campo ver cada uma das flores que iríamos trabalhar, e depois de preparar as garrafas, colocamos um cristal biterminado e 500ml de água de fonte (Penedo, Sintra) em uma tina de vidro transparente.

Eu tinha um campo enorme para escolher qual flor seria a que me doaria a sua essência. No caminho para o campo, já com a taça de vidro nas mãos, pedi ajuda as flores, aos Elementais e aos Anjos, que me mostrassem qual a flor que estava pronta para fazer esta doação - a escolha era muita e eu estava preocupada em não saber escolher. Assim que cheguei no campo da Leucospermum Scarlet Ribbon e olhei para a vasta plantação, esta estava em preto e branco, com uma única flor que se destacava em cores. Lá estava ela, LINDA e pronta para trabalhar! Agradeci a ajuda! Coloquei a taça de vidro, com o cristal biterminado e a água de fonte, por baixo da flor, com exposição solar total, preparei o meu espaço, peguei o meu pêndulo e sentei-me junto dela para iniciarmos o nosso trabalho.

Katrin

A Essência Protea «Scarlet Ribbon» é potenciada por:

  • Potência: Cristal de Quartzo Biterminado Purificar, Fluir, Harmonizar

    Recarrega as energias em todos os aspetos (físico, mental, emocional, espiritual) e a sua função nas essências florais é a de amplificar e estabilizar a energia curativa da essência floral, criando sinergia das suas virtudes e poderes de cura que ASSIM SE AMPLIFICAM MUTUAMENTE. É um potencializador das essências de flores.


Katrin

Katrin

Terapeuta Floral

« voltar