Stop

Proteas Essências Proteas Produção no Sudoeste Alentejano

Como essência vibracional a "Susara" deve ser usada em processos de libertação de rigidez mental, passagem da recusa à aceitação, de yang a yin. 

Sendo uma planta híbrida de P. magnifica x P. susannae, Susara é muito atrativa de folhas verde-acinzentadas e flores rosa salmão. Floresce profusamente e prefere solos leves bem drenados a sol pleno e com alguma alcalinidade. O género Prótea foi assim nomeado em honra de Proteu, o deus Grego, porque como ele, as Próteas têm a virtude de assumir muitas formas.

Esta essência é útil para acordar a aceitação do feminino interior e a passagem de atuação demasiado ativa a atitudes mais passivas. 

Trabalha a cura das feridas provenientes de chacras inferiores, elevando a ferida do chacra básico à coroa, permitindo a cura através de um processo de sublimação da dor. As feridas densas - patentes nas escamas inferiores - vão sendo limpas conforme a energia sobe ao chacra coronário, onde a dor (vermelho sangue) se entrega á transmutação pela luz.

As folhas, antes fechadas em concha, abrem-se para expor a flor, como um útero de onde brota uma nova vida, conforme a aceitação “amolece” as defesas da personalidade, geradoras da inflexibilidade.

A Essência Protea «Protea Susara» é potenciada por:

  • Potência: Cristal de Quartzo Biterminado Purificar, Fluir, Harmonizar

    Recarrega as energias em todos os aspetos (físico, mental, emocional, espiritual) e a sua função nas essências florais é a de amplificar e estabilizar a energia curativa da essência floral, criando sinergia das suas virtudes e poderes de cura que ASSIM SE AMPLIFICAM MUTUAMENTE. É um potencializador das essências de flores.


Patricia Rainho

Patricia Rainho

Terapeuta Floral

Terapeuta de Leitura de Aura, Essências Vibracionais, Sacrocraniana, Biomagnetismo, Resgate da Criança Interior e Mestre de Reiki. Professora em regime de ensino doméstico baseado na Pedagogia Waldorf.


Desde criança que soube que o seu caminho estava ligado à cura. Embora, durante algum tempo, se tivesse afastado  desse caminho, acabou  por reencontrá-lo. A formação em Iniciação à Pedagogia Waldorf foi essencial para compreender as fases de desenvolvimento do ser humano e vê-lo como um Todo.

"Na flor, a lei vegetal atinge a sua suprema manifestação, sendo a rosa apenas o ápice desse fenômeno".
Rudolf Steiner

Os primeiros passos em terapia floral foram dados em 2008 com a sua mentora, Eveline Brigham. Segue o mesmo método de aferição energética ente o paciente e as essências, usando os mesmos sistemas que a Eveline (Bach, FES, Australian Bush, Phi, Dancing Light Orchids, Living Tree Orchid Essences, Florais de Mina, Florais de Saint Germain, Pacific Essences, e claro, as Essências Terra Luz,a). Apoiada pela Eveline, seguiu o apelo para criar alguns florais, nomeadamente os das Luas e algumas Proteas.

Através da Leitura da Aura é feita uma limpeza energética de canais e chacras bem como de bloqueios (tanto a nível de vidas passadas como de padrões repetitivos...) que impedem o fluir da vida. Trata-se também de uma tomada de consciência, o primeiro passo para a cura e para o crescimento interior. As essências florais vêm complementar o "trabalho energético" da Leitura da Aura.

« voltar