Stop

Essências Terra LUX Artémis Astroessências Elixires Cristalinos Proteas Sprays Áuricos Terra Brasilis

Essência Terra LUX - PROTEA:

Leucadendron Pisa

Leucadendron Floridum “Pisa”= leucadendron coniferum x floridum

INSTINTO

Leucadendron PisaLeucadendron PisaLeucadendron Pisa

Qualidade de acordar o brilho da estrela da Alma. É ela, a Alma, que se autorregenera e reinventa oitavas vibracionais acima, ascendida, quando impulsiona o subir da energia do plexo solar ao chacra cardíaco, sublimando a intuição e ancorando-a suavemente na casa do Ser físico, o coração.

Da família das Proteáceas e nativa da África do Sul, este Leucadendro perene e de flores múltiplas pequenas, é um arbusto denso e vigoroso que cresce até cerca de 2 metros, de folhas verde prata, compridas e lanceoladas que se abrem em círculo espiralado, passando a brácteas amarelo -limão e que terminam numa pinha em formato de cone prateada e sedosa.

O seu nome deriva da famosa torre italiana e parece ter origem da tendência que a planta tem de se inclinar ao vento, o seu elemento de eleição. Gosta de solos ácidos e com pouca água e boa drenagem, ama o sol e atrai uma grande variedade de pássaros.

Os Leucadendros produzem flores femininas e masculinas em plantas separadas. São essencialmente arbustos adaptados aos fogos e assim tem uma vida curta de cerca de 15 anos.

Leucadendro Pisa é uma seleção feminina desta planta e tem propagação vegetativa. Perto do fim da estação abrem pequenas inflorescências de pólen que continuam o movimento espiralado das sedosas folhas prateadas, estende-se pelas brácteas amarelas e seguem ao longo das bainhas do cone, com uma sequência bem ordenada que reflete a “Divina Proporção”, tão evidente nas Proteáceas.

A essência vibracional desta flor tem a qualidade de acordar o brilho da estrela da Alma. É ela, a Alma, que se autorregenera e reinventa oitavas vibracionais acima, ascendida, quando impulsiona o subir da energia do plexo solar ao chacra cardíaco, sublimando a intuição e ancorando-a suavemente na casa do Ser físico, o coração.

Através do conduzir da energia do plexo solar ao coração (chacra amarelo / chacra verde), o conhecimento adquirido pela personalidade (ego) transmuta-se compassivamente na sabedoria do coração.

Da mesma forma que a Little Flannel Flower (Bush Australiano) tem uma cobertura sedosa nas pétalas delicadas, como um manto protetor de luz branca - para aqueles adultos que se tomam demasiado a sério e precisam de aprender a enfrentar a vida forma mais leve, prazerosa e vivendo o presente - o cone oval e aveludado da Pisa, preenche de suavidade a aura daquelas pessoas cuja personalidade defensiva (a corola e folhas lanceoladas) necessita de levar ao coração as defesas construídas e a hostilidade com que se expressam.

Com o suavizar do plexo solar, a agressividade amacia, “aveluda” e finalmente, integrados no campo áurico, os medos (edificadores de defesas) transformam-se em suaves “escamas” de lições aprendidas, reconhecidas, que podem ser descartadas a seu tempo devido. Olhando de mais perto para a “pinha - ovo - áurico” há um leve tom alaranjado na periferia das escamas superiores, como que uma “redenção” da informação dos chacras básicos (vermelho e laranja): impulsionados das profundidades do plexo solar, remontam ao coração resquícios de informações e das defesas que aí ancoraram.

Entrando também pelo campo dos opostos que se complementam, esta flor “mostra o que deveras esconde”: no ar atrevido e agressivo com que se apresenta, esconde a brandura que só se reconhece ao tocá-la; nem as folhas lanceoladas são robustas o suficiente para defenderem a planta, nem a pinha “se fecha ao contacto” como parece: tocar-lhe é sentir toda a suavidade, a doçura e a calidez que desmontam a hostilidade de um olhar incauto, pois, como disse o poeta “chega a fingir que é ódio o amor que deveras sente”.

Serve, então, esta essência, para desmontar e desfazer estruturas rígidas naquelas pessoas que se protegem, aparentando uma dureza que se desmancha quando o poder do Amor se apodera delas.

As folhas são tão aveludadas na frente como no verso, sedosas e brilhantes à luz do sol, como se de aço prateado se tratasse; as brácteas, amarelas, alargam na base e afinam nas pontas como lâminas (que não cortam) e toda a flor parece dizer: “curo as defesas da personalidade na doçura do coração”.

PROTEA: Leucadendron Pisaé potenciada por:

  • Potencializador:

    Cristal de Quartzo Biterminado

    PURIFICAR, FLUIR, HARMONIZAR

    Recarrega as energias em todos os aspetos (físico, mental, emocional, espiritual) e a sua função nas essências florais é a de amplificar e estabilizar a energia curativa da essência floral, criando sinergia das suas virtudes e poderes de cura que ASSIM SE AMPLIFICAM MUTUAMENTE. É um potencializador das essências de flores.

PROTEA: Leucadendron Pisa é sintonizada por:

  • Eveline

    Formadora Terra Luz.a

    Terapeuta Floral

    Portugal e Brasil - Atendimento Presencial e On-line

    Eveline, trabalha com os sistemas:  Bach , FES , Australian Bush , Korte PHI  ( Amazónia , Orquídeas Europeias , Cactos e Cogumelos ) Dancing Light Orchids , Living Tree Orchid Essences , Florais de Minas, Florais de Saint Germain , Pacific Essences e Essências Vibracionais  Terra-luz.a®  e Terra LUX Há cerca de 30 anos desco... LER +

Leucadendron Pisa está presente na(s) essência(s):

  • Mestre Curador:

    Modéstia

    PERFECIONISMO, ORGULHO, ARROGÂNCIA

    MESTRE CURADOR 10, cuja função é a MODÉSTIA , relacionada a PREFECIONISMO, ORGULHO e ARROGÂNCIA.
  • Mestre Curador:

    Reconhecimento

    DESAMOR, INVALIDAÇÃO, VERGONHA

    MESTRE CURADOR 09, cuja função é o RECONHECIMENTO , relacionado a DESAMOR, INVALIDAÇÃO e VERGONHA.

« voltar